Loading...

Pesquisar neste blogue

A carregar...

quinta-feira, 13 de maio de 2010

Áreas da Saúde

SUS- Sistema Único de Saúde

O SUS é universal porque atende a todos, sem distinções, de acordo com suas necessidades. O usuário tem o direito a um atendimento livre de cobrança, não importa se ela contribui com a previdência social, a saúde é um direito de todos. A saúde da pessoa deve ser tratada como um todo, ou seja, tanto para pessoa quanto para a comunidade, pois é um direito do usuário saber do problema que ele tem e quais os meios para o tratamento.
Garantir a equidade, pois deve oferecer os recursos de saúde de acordo com as necessidades de cada um, priorizar aqueles que mais precisam. É também descentralizado porque está perto do cidadão, tendo mais chance de acertar na resolução dos problemas de saúde. Com isso, todas a ações e serviços que atendem a população de uma cidade, são municipais, as que servem de alcance à várias cidades, são estaduais e a de todos os estados, são federais. O SUS tem um gestor único em cada esfera de governo e a Secretaria Municipal da Saúde é responsável por todos os serviços que atuam dentro da cidade.










Pronto Socorro



È o tratamento de imediato e provisório dado em um caso de acidente ou em enfermaria imprevista. Geralmente é prestado no local de acidente, até que se possa colocar o paciente a cargo de um médico para um tratamento definitivo.
Os primeiros socorros devem ser prestados com rapidez, sem precipitação, com segurança, mantendo sempre a calma, evitando pânico entre as pessoas presentes no local. A confiança do acidentado e dos circunstantes dependerá da calma e da segurança dos profissionais na área. A ação de quem presta os primeiros socorros está restrita ao primeiro atendimento, tomando providência para que o acidente não atinja outros, afastando o perigo que poderia complicar a situação.
















Pronto Atendimento


Através da hierarquização do SUS, do Pronto Socorro, recebeu a nomenclatura de Pronto Atendimento, são unidades de atendimento que funciona 24h, com prestação serviços clínicos e cirúrgicos, aos usuários em caso de emergência e urgência.
A emergência é um conjunto de acontecimento que modifica a estrutura de um determinado fato. O médico atente o paciente que chega no Pronto Atendimento com um quadro clínico em que não for ministrado um medicamento naquele momento, o mesmo pode ocorrer vários danos a saúde. O critério que pode ser utilizado pelos médicos para fazer a triagem é a gravidade da doença.
A urgência é quando o paciente chega até a unidade que necessita de medicamento imediato aliviar dores e para ser avaliado de um sintoma inesperado que surgiu no paciente, porém o tratamento pode ser ministrado horas depois que deu entrada na unidade de atendimento.








Hospitais


Prestam serviços gratuitos para os casos em que o tratamento médico é de maior complexidade e exige internação hospitalar. A maior parte dos hospitais públicos de São Paulo possui serviços médicos de emergência, internação por especialidades e serviços especiais para tratamentos intensivos.













Ambulatórios


São preparados para fornecer tratamento especializado nas seguintes áreas: cardiologia, neurologia, dermatologia, ortopedia geral, cirurgia geral, ginecologia, otorrinolaringologia, oftalmologia, pneumologia, fonoaudiologia e psiquiatria. Alguns ambulatórios contam com atendimentos para vítimas de queimaduras, urologia, infectologia (incluindo DST/AIDS) e especialidades infantis.
Para usar este serviço, deve procurar a UBS mais próxima de sua casa para que o médico avalie o seu caso. Caso haja necessidade, o médico encaminha você ao ambulatório para que de continuidade ao tratamento. Com este encaminhamento, você deve procurar o ambulatório de especialidade para solicitar o atendimento.












Programa Saúde da Família-PSF



O Ministério da Saúde criou em 1994, o PSF com o propósito de reorganizar a prática da atenção à saúde em novas bases de substituir o modelo tradicional, levando a saúde para mais perto da família e com isso, melhorar a qualidade de vida das pessoas.
Sua estratégia prioriza as ações de uma prevenção, promoção e recuperação da saúde das pessoas, de forma integral e contínua. O atendimento é prestado na UBS ou no domicílio, pelos profissionais capacitados (médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem e agentes comunitários da saúde) forma a equipe de saúde da família, criando um vínculo de co-responsabilidade, facilitando a identificação e o atendimento aos problemas de saúde da comunidade.




Cartão Nacional de Saúde

O Cartão Nacional de Saúde ou Cartão do SUS é um documento pessoal que identifica o usuário do SUS, reunido suas informações pessoais e dados sobro o procedimento clínico que já realizou, que remédios toma, etc.
Toda vez que acontece um atendimento em um estabelecimento público de saúde é registrado por meio do cartão do paciente no banco de dados do SUS. Todos os prontuários de pacientes ficam disponíveis na rede do sistema, desta forma, mesmo que o atendimento seja feito em outros estabelecimentos e até mesmo em outros estados, o sistema é atualizado sendo possível que o médico fique sabendo o que já foi feito. A integração do Sistema de Saúde é muito importante porque possibilita a emissão de um histórico confiável do paciente ( fundamental para orientar o médico), bem com diminui a possibilidade de fraudes, uma vez que quando é feito um atendimento ou um pedido de medicamento, deve-se indicar para quem eles foram destinados.

Sem comentários:

Enviar um comentário