Loading...

Pesquisar neste blogue

A carregar...

sexta-feira, 23 de março de 2012

Família de garoto suzanense com paralisia cerebral prepara show beneficente para custear tratamento na China

Procedimento com células-tronco que pode salvar o pequeno Felipe Matheus da Silva, de 5 anos, custa R$ 150 mil e é feito somente na China; as chances de cura são de 98%

A família do pequeno Felipe Matheus da Silva, de 5 anos, de Suzano, precisa de R$ 150 mil para custear o tratamento do garoto, que tem paralisia cerebral. Para angariar recursos, um show beneficente será realizado no dia 20 de maio, às 10 horas, no Suzano Futebol Clube (avenida Nove de Julho, 722) com a participação da banda Mamonas Cover Somrisal, do humorista Marquito e do boneco Xaropinho, que ficaram conhecidos no “Programa do Ratinho”, na Record e no SBT, e dos palhaços Teleco Teco e Tic Tac, do “Planeta Alegria”. Os interessados em colaborar com o evento podem entrar em contato pelo telefone (11) 4743-1146.
A paralisa do garoto foi causada pela falta de oxigenação das células cerebrais, em decorrência de complicações durante o parto. O procedimento médico é feito com células-tronco, oferecido somente na China. Até o momento, a família arrecadou somente 9% do valor, cerca de R$ 13 mil.
Apesar da fisionomia aparentemente normal e saudável, Felipe perdeu boa parte dos neurônios responsáveis pela coordenação motora e, em decorrência, apresenta retardo no desenvolvimento. O pequeno não anda, não fala, tem muita dificuldade em entender e se comunicar com os outros.
“Preferi seguir o conselho do pediatra e não colocá-lo em uma cadeira de rodas para que não me acomodasse com a situação e fosse buscar um tratamento para meu filho”, diz a mãe de Felipe, a dona de casa Josenilda Maria da Silva, de 38 anos.
De acordo com ela, as complicações no parto ocorreram porque Felipe “passou da hora de nascer”. Ele teve a primeira convulsão aos quatro meses de vida e, imediatamente, foi socorrido na Unidade Básica de Saúde (UBS) do Jardim Vitória.
Após oito meses de acompanhamento na UBS, o tratamento foi suspenso. Segundo Josenilda, o motivo da interrupção foi o vencimento do contrato do neurologista que o acompanhava. “Sem médico, fui obrigada a levá-lo para a Santa Casa (de Misericórdia de Suzano), onde ele ficou internado por dois dias até que o encaminharam para fazer tratamento no Posto de Atendimento Médico (PAM), na Lapa, em São Paulo”, explica.
Após ser medicado no PAM, Felipe entrou em coma e, sem saber o que fazer Josenilda novamente recorreu à Santa Casa de Suzano. O garoto permaneceu no hospital por dois dias e, após receber alta, foi encaminhado para dar continuidade ao tratamento no Ambulatório de Saúde Mental de Suzano. No entanto, segundo Josenilda, ao chegar à unidade o atendimento foi negado:
“Mesmo vendo o estado do meu filho, alegaram que não era o dia da consulta e que eu tinha de esperar. Sem remédio e sem consulta, tive de recorrer novamente à Santa Casa, onde ele ficou a maioria do tempo internado”.
O tratamento com células-tronco, que foi prescrito pelo neurocirurgião Hilton Medeiros de Moraes, é a única forma de reverter o quadro. A possibilidade de recuperação é de 98%, mas para garantir eficiência, o tratamento precisa ser feito antes dos sete anos de idade. Felipe atualmente está com cinco anos e nove meses.
O garoto mora no bairro Cidade Edson, em Suzano, com os pais Josenilda e Claudio José da Silva e o irmão Claudio Antonio da Silva, 19, e é da EMEI Antonio Martins. A direção da escola está mobilizando toda a comunidade para ajudar a família do garoto. Vários eventos e bingos beneficentes vêm sendo realizados para levantar fundos.
Familiares de Alecsander Alves Leite, o Dinho da Banda Mamonas Assassinas, e de outros integrantes do grupo musical que fez enorme sucesso em 1995 entraram de cabeça na causa, gravaram vários vídeos institucionais em solidariedade a Felipe, que podem ser conferidos no YouTube, e estarão presentes no show “Criança Feliz”.  

Show beneficente
O show beneficente “Criança Feliz” será realizado no dia 20 de maio, às 10 horas, no Suzano Futebol Clube, o Suzaninho, que fica na área central da cidade, na avenida Nove de Julho, 722. Os ingressos custam R$ 15 e podem ser adquiridos antecipadamente na Bonanza Country (avenida Armando de Salles Oliveira, 1.165), Minoro Fotos (rua Benjamin Constant, 898) e Destra Advocacia e Imobiliária (rua General Francisco Glicério, 1.150 – Loja 3).
No evento também serão sorteados brinquedos para as crianças presentes, que foram doados por um colaborador. A concessão do salão e as atrações do show também se devem ao empenho de colaboradores e parceiros.

Doações
Além da venda dos ingressos, a família do garoto também aceita doações em dinheiro e outras colaborações para o show. Os depósitos podem ser feitos na conta poupança 08637-6/5000, agência 7968, Banco Itaú. O favorecido é Felipe Matheus Silva. Outras informações podem ser obtidas pelos telefones 4743-1146 e 9635-1437 (com Neide), 7590-2464 (Cida), 9492-3693 (Claudio) ou 4743-1800 (com a diretora Andréia ou professoras Fabiana e Juliana).


Gisleine Resende Zarbieti

1 comentário:

  1. Foi com prazer e muita alegria no coração que eu Palhaço Braguinha estive com Xaropinho, Marquito (Turma do Ratinho) nesta festa de emoção e

    alegria na qual eu tenho certeza com fé em Deus, que a sua família vai vencer essa luta porque nesta guerra não temos que pelejar, pois é o Senhor

    dos Exércitos quem guerreia por nós! A Palavra de Deus diz que se crermos veremos a Glória de Deus, portanto é preciso ter muita fé, pois o

    possível fazemos, agora, o impossível está nas mãos dEle, creia.
    Felipe um grande beijo com carinho do seu coleguinha: Palhaço Braguinha.
    Siga Sempre Sorrindo.

    ResponderEliminar